Resultados da sua pesquisa

Decoração infantil: como ir além do azul e do rosa no quarto das crianças

Postado por matozinhosimoveis_2eof6d em setembro 6, 2021
| blog
| 0

Decoração infantil é sempre um desafio para pais que pretendem deixar o quarto das crianças incrível. Portanto deixamos claro que, nada contra azul para meninos e rosa para meninas, porém, nesse artigo, gostaríamos de ir além. Em outras palavras, com tanta cor disponível, qual o motivo de se prender exatamente a essas duas? É importante também lembrar que a maior parte dos pais, em geral, caem no amarelo bebê quando não querem rosa ou azul. Então vem conosco e conheça algumas inspirações que vão deixar o ambiente muito mais bonito e diferente para seu bebê.

Decoração infantil começa na escolha de um tom neutro

A primeira dica que deve ser considerada é a escolha de um tom neutro para a base do quarto. Por exemplo as paredes, teto ou tapete. Apenas após esta decisão é recomendável decidir a cor de sua preferência ou de seu filho. É importante lembrar que, no caso de crianças mais velhas, já existem brinquedos e livros de todas as cores por perto. Ou seja, nem sempre é necessário escolher várias cores, já que objetos infantis em geral já possuem uma paleta bem diversa. Em outras palavras, mesmo que você pinte o quarto de branco, não vão faltar cores.

Segundo especialistas, a originalidade é a tendência para quartos infantis. Isso significa que inserir temas diversos, muito além de quebrar paradigmas, dá um visual completamente único.

Pense também que originalidade é uma forma de instigar a criatividade da criança. Por isso, a palavra de ordem é ousar. E se você leu nossas dicas para decorar a casa com temas de filmes do Oscar, pode ser a chance de ampliar isso para mais um cômodo.

Escolher um tema é facilitar na definição das cores certas

A principal dica para driblar a questão azul/rosa é decidir qual tema usar. Além de apontar para todos os itens que serão utilizados, escolher um tema é definir um assunto na decoração infantil. Dessa forma é possível não se apegar a cores e sim a elementos que compõem determinado universo.

Se seu filho já tem idade para decidir, converse com ele sobre as coisas que gosta. Por vezes um filme, um desenho, um brinquedo são o principal mote para a escolha. E se decisão for exclusivamente dos pais, foque também em algo que remeta à tranquilidade e paz.

Exemplos são tons verde claro, creme ou cinza.

Acima de tudo é importante lembrar que mesmo espaços compactos podem ser decorados tranquilamente.

Se prefere brincar com cores quentes, pense em estações do ano (verão ou outono) e no pôr-do-sol. Vermelho, laranja e amarelo ficam sempre bem com decoração que envolva bichos selvagens.

As cores escolhidas para a decoração infantil e a iluminação

Ao contrário dos demais ambientes da casa que podem possuir uma iluminação específica, o quarto de crianças precisa de um cuidado especial. E não falamos aqui apenas de economia na escolha das luzes. Posteriormente, analise anteriormente se o quarto será utilizado para amamentar, para brincar, estudar e leve isto em consideração. Pode ser que seja necessário uma iluminação fixa e direta ou mesmo pouca iluminação se o quarto for apenas ambiente de descanso.

Papéis de parede podem ser a saída para mudanças frequentes

Outro ponto importante a se considerar é a utilização de papéis de parede. Eles são capazes de facilitar a mudança do ambiente e ainda acompanhar cada fase de crescimento. De bebê até o fim da infância, um quarto neutro pode ganhar toques específicos apenas com a alteração do tema.

A dica aqui é apostar em padrões e estampas de desenhos animados, mapas, nuvens e muito mais.

Da mesma forma existem aplicativos para celular que dão dicas de como decorar ambientes – inclusive infantis – e podem simular o resultado final.

fonte: https://sunempreendimentos.com.br/site/decoracao-infantil-alem-azul-rosa/

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.


CAPTCHA Image
Play CAPTCHA Audio
Reload Image