Resultados da sua pesquisa

DECORAÇÃO DE SALA COM DOIS AMBIENTES: CONFIRA 10 DICAS INCRÍVEIS

Postado por construtora em março 2, 2021
| blog
| 0

A decoração é um segmento que vem crescendo cada vez mais no país. Isso porque o brasileiro compreende os benefícios que uma boa impressão visual causa, além do aumento da oferta de profissionais que trabalham no ramo. Seja na varanda, quarto ou até mesmo na cozinha, a ornamentação ajuda a racionalizar e equilibrar os ambientes.

Entretanto, alguns cuidados precisam ser tomados antes de iniciar o processo de decoração de ambientes. É necessário muito planejamento e, graças à internet, você encontra muito conteúdo sobre o assunto. Porém, é importante ressaltar que, em algum momento, a consultoria com um profissional se faz necessária para tornar o projeto de decoração eficiente e completo.

Sendo assim, abordaremos o que é necessário para realizar uma boa decoração de sala com dois ambientes. Confira!

Entenda como iniciar sua decoração de sala com dois ambientes

Antes de começar a visitar lojas de interiores ou consultar profissionais de decoração, é necessário entender algumas medidas que você deve tomar.

Você deve planejar sua vida financeiramente, gastar menos com a sua moradia e ter a certeza de quais são suas expectativas acerca do projeto, evitando frustrações. É necessário também se organizar ao montar um cronograma e evitar transtornos quanto a execução do projeto.

Também é necessário conhecer mais sobre você e qual estilo de decoração mais gosta. Para averiguar isso, você pode pesquisar ideias de decoração em sites como o Pinterest e explorar os mais diversos estilos: rústico, clean, minimalistasustentável, entre outros.

Confira 7 dicas para a decoração de sala com dois ambientes

Agora que você já sabe o que deve fazer antes de contratar um bom projeto de decoração, abordaremos sete dicas para você levar para a sua sala:

1. Evite espalhas objetos de decoração

A primeira dica é: não espalhe demais os objetos de decoração. Caso isso ocorra, você acaba criando um ambiente disperso e desconexo.

É necessário, entretanto, também não concentrar os objetos em um único ponto. O ideal é deixar o ambiente bastante equilibrado, com uma distribuição de elementos mais ou menos parecida.

2. Faça uso de espelhos para dar maior amplitude ao espaço

O espelho é um objeto que, quando bem utilizado, impõe um ar de requinte ao ambiente. Além disso, ele tem uma qualidade muito positiva, pois dá a impressão de amplitude. Isso ajuda a mascarar ambientes pequenos e diminui sensações ruins que espaços confinados causam nos moradores e visitantes.

É importante, no entanto, tomar cuidado com o posicionamento dos espelhos pela casa para evitar qualquer tipo de desconforto ao longo do dia. Uma boa dica é escolher um local que ofereça um reflexo agradável, refletindo a imagem que cause bem-estar. Além disso, não deixe de prestar atenção às lâmpadas para evitar a reflexão de luz.

3. Escolha corretamente o tamanho do sofá

Já pensou planejar a sua sala do jeito que sempre sonhou, com uma bela mesa de centro, um lindo carpete e, na hora de colocar o sofá, perceber que ele não se encaixa direito no ambiente?

Esse risco é sempre presente quando o projeto de decoração não é bem executado. Além da posição do sofá, o tamanho deve ser exato para gerar o melhor resultado possível.

4. Opte por móveis planejados e multifuncionais

Móveis planejados têm um diferencial e uma grande vantagem em relação aos móveis comuns. Eles são feitos sob medida para cada situação e para cada espaço. É ideal que você opte por profissionais e empresas que lidam com móveis planejados, para fazer da sua sala um ambiente personalizado e funcional.

Além disso, a maior vantagem de apostar em móveis planejados é a possibilidade de torná-los multifuncionais. Salas com dois ambientes menores, por exemplo, não conseguem comportar vários móveis sem comprometer o visual e a locomoção pela casa. Sendo assim, móveis com mais de uma funcionalidade são uma excelente opção.

5. Faça a divisão dos ambientes com o uso da própria decoração

Não é necessária a criação de uma parede para separar dois ambientes. Uma mudança na paginação do uso de piso ou a escolha de um tapete versátil já é o suficiente.

Outras medidas também são indicadas, como a separação dos ambientes por meio da colocação de uma mesa, do próprio sofá ou outros móveis. As opções são diversas, e você deve escolher aquela que mais combina com você e com o projeto.

6. Mantenha um ambiente equilibrado

A visão humana aprecia ambientes mais equilibrados. Para alcançar esse efeito, o espaço não precisa ser, necessariamente, simétrico. Concentrar mais objetos em um lado ou ambiente do que em outro já é suficiente para desequilibrá-lo.

Por isso, é necessário pensar na sala com dois ambientes em um contexto único, para preparar ambientes de bom gosto e equilibrados.

7. Enxergue a sala como um conjunto, e não como um espaço isolado

A sala deve ser pensada de forma conjunta com todos os outros ambientes da casa, sendo encarada como parte de um todo e seguindo o mesmo estilo de outros cômodos. Isso leva para a casa o bom gosto e equilíbrio.

Por exemplo, se a sala de estar tem um estilo mais moderno, procure fazer o mesmo na sala de jantar. Também é possível escolher estilos parecidos nos dois ambientes, como industrial e escandinavo. No entanto, é fundamental focar em um padrão para a decoração ficar harmônica.

8. Entenda o seu estilo

Agora que você sabe a importância de manter o estilo de decoração padronizado, vamos ao ponto principal: qual estilo você gosta?

Pode parecer uma pergunta simples, mas muitas pessoas não conhecem o próprio estilo de decoração, apenas admiram ambientes equilibrados.

Uma boa forma de definir melhor o seu gosto é conferindo ideias em redes sociais de fotos, como Pinterest e Instagram. É possível escolher os seguintes tipos de decoração:

  • estilo eclético;
  • estilo tropical;
  • estilo minimalista;
  • estilo industrial;
  • estilo rústico;
  • estilo moderno;
  • estilo escandinavo;
  • estilo campestre;
  • estilo clássico;
  • estilo retrô;
  • estilo romântico;
  • estilo futurista;
  • estilo vintage;
  • estilo étnico.

9. Tenha cuidado com as cores aplicadas aos espaços

As cores são essenciais para dar uma sensação de conforto em sua casa. Assim como os estilos de decoração, elas também devem ter um padrão harmonioso para que os ambientes “conversem entre si” — isso não significa que precisam ser da mesma tonalidade, mas sim que devem seguir a mesma paleta.

Se sua decoração é do estilo moderno, por exemplo, você pode pintar a maioria das paredes de cinza-claro e deixar apenas uma na cor cinza-escuro, para contrastar entre os dois ambientes.

Vale destacar que cores claras são mais indicadas para lugares com pouca luz ou muito pequenos, pois elas melhoram a iluminação do ambiente.

No fim, o mais importante é ter coerência e bom-senso. Você deve escolher as cores que se encaixarem mais com o seu perfil. Apenas tome cuidado para não serem muito destoantes, porque isso pode atrapalhar toda sua decoração.

10. Remova as paredes

Ambientes integrados são mais simples de decorar e de encontrar um equilíbrio. No entanto, se esse não é o caso do seu imóvel, é recomendado a retirada de qualquer elemento que divida os cômodos, como as paredes.

A remoção das paredes é uma alternativa para aumentar o espaço da sua propriedade e, principalmente, deixar o ambiente mais sofisticado.

Como esse não é um trabalho simples, é fundamental contratar um arquiteto ou engenheiro civil para realizar um serviço seguro e de qualidade. Além disso, se você mora em um condomínio, é importante pedir autorização prévia para o síndico. Por mais que a remoção das paredes melhore o ambiente, dependendo do caso, algumas não poderão ser retiradas para não afetar a estrutura e estabilidade do edifício.

FONTE: https://blog.viasul.com/decoracao-de-sala-com-dois-ambientes/

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.


CAPTCHA Image
Play CAPTCHA Audio
Reload Image
  • BUSCAR IMÓVEL

    Mais opções de busca
  • Arquivos