Vocês já repararam como algumas palavras aparecem na mídia e, de repente, viram moda? De repente, algo que nunca tínhamos ouvido falar, começa a aparecer em todos os lugares. Isso aconteceu também com a decoração minimalista.

Como surgiu

O minimalismo é um movimento artístico e cultural que surgiu nos Estados Unidos no começo da década de 1960, destacando obras com a utilização mínima de recursos, poucas cores e presença de formas geométricas simples e repetitivas. Acontece que esse estilo cresceu, e agora pode ser considerado também um estilo de vida e um dos influenciadores da arquitetura atual.

O menos é demais

O minimalismo está relacionado à ideia de reduzir ao mínimo o emprego de elementos ou recursos, o que se reflete diretamente na aparência e nas técnicas de arquitetura e engenharia.

Na decoração funciona da seguinte maneira:

  • Aliando a estética à funcionalidade;
  • Deixando o cômodo mais vazio para que possa se sentir mais confortável no espaço ocupado;
  • Valorizando a qualidade no lugar da quantidade;
  • Utilizando cores neutras;
  • Optando por formas geométricas simples e poucos elementos de destaque.

Organização

Revestis Colônia

Para adotar o minimalismo, você deve começar a utilizar o método chamado Declutter, que nada mais é do que “se desfazer daquilo que traz a desordem pra sua vida”. Para deixar ainda mais claro, reunimos as principais dicas sobre o assunto.

  1. Selecione: mantenha no ambiente apenas aquilo que é funcional e que traz o sentimento de bem-estar. O que não se enquadrar nesta categoria deve ser descartado. A dica aqui é abrir mão daqueles objetos que ficam à vista, mas que não possuem função prática;
  2. Limpe: faça uma limpeza total. Limpe os móveis, troque a pintura, retire o mobiliário sem função essencial, elimine os excessos do ambiente;
  3. Planeje: ao reconhecer o ambiente e o novo volume de itens, eleja um espaço para cada coisa, priorizando a funcionalidade, a fluidez e as medidas adequadas. Use e abuse de produtos que otimizam o espaço, aproveitando ao todo o espaço interno da mobília, já que no minimalismo prevalecem as superfícies sem muitos objetos, com um estilo mais “clean”;
  4. Organize: cada coisa terá seu lugar específico. Preferencialmente alocadas dentro de cada móvel para acessar com facilidade, porém sem necessariamente se tornar um objeto de decoração;
  5. Decore: cada objeto que ficou deve ser elevado àquele patamar de grande bem-estar e funcionalidade. Por isso, mesmo que seu quarto tenha apenas uma cama e um espelho, eles deverão brilhar, transmitir relaxamento, tranquilidade e personalidade.

Cores

Revestis Roma

Pois é, o ditado “menos é mais” é predominante nesse tipo de decoração. A começar pela simplicidade do uso de cores. A prioridade da utilização do branco invade ambientes minimalistas. Há também a preferência por cores de tons pastel e tons neutros como preto, cinza, bege e suas variações.

Os revestimentos na decoração minimalista

Nós empregamos a ideia de que toda casa deve ter a cara do dono. E em um cenário onde o indivíduo se sente pronto para adentrar nesse mundo fantástico do minimalismo, os revestimentos em 3D podem ajudar – e muito.

Isso porque o ambiente influencia também nosso bem estar e nos transmite diferentes sensações. Então para quem quer adotar esse estilo de vida, é importante ter um ponto de destaque na decoração minimalista, uma parede com revestimento em 3D acaba sendo uma ótima alternativa.

Após seguir nossas dicas de organização, comece a pensar nas cores e formas que deseja trazer para sua casa. Imagine que aqueles itens vão permanecer por um bom tempo na sua vida então eles precisam valer a pena. Uma parede em 3D, além de não exigir grande mão de obra, pode dar um up no seu ambiente, de forma a não requerer muito mais itens decorativos.

E o menos, é demais.

Pontos focais

Revestis Munique

Uma sala minimalista deve ter pontos focais. Pode ser um sofá, uma janela, um vaso, ou uma parede em 3D. Pode até conter mais de um, de modo que ‘’casem entre si’’.

Poucos objetos ficam à vista, contando com o mínimo de peças de decoração.

No quarto

quarto-minimalista

É no quarto que você vai ter seus momentos de descanso, reflexão e tranquilidade, não é mesmo?

Uma decoração minimalista, simples e clean combinam totalmente com essa atmosfera. Mas não pense que um ambiente simples se trata de um espaço sem vida – muito pelo contrário. Os objetos que de fato importam serão exaltados. Além do mais, o uso de plantas naturais na decoração pode ser usado para trazer ainda mais alegria e vitalidade ao local, e ficarão em maior evidência. Use e abuse disso!

Mais vantagens da decoração minimalista

  • Ao evitar acúmulos desnecessários e adotar itens fundamentais, os ambientes ganham em funcionalidade;
  • O minimalismo propõe a ocupação inteligente dos espaços, prioriza o conforto e mantém uma boa área livre para circulação;
  • É um estilo de decoração que valoriza a qualidade das peças que compõem o ambiente, ao invés da quantidade;
  • Ambientes minimalistas são mais versáteis;
  • É considerado um estilo decorativo mais econômico;

Viu quantos motivos para investir na decoração minimalista? Não é à toa que é uma das principais tendências da decoração em todo o mundo, e norteia atualmente a produção dos designers de interiores. Afinal de contas, como é bom um ambiente que tenha circulação de ar, que seja relaxante, transmita amplitude, praticidade e elegância ao mesmo tempo. Não é?

Siga nossas regras de organização e limpeza para que o ambiente esteja sempre em harmonia e tenha como resultado final um lar com espaço, organizado e super estiloso. Valerá muito a pena!

A desordem nos causa distração. Caso sinta que a sua casa está desarrumada e as coisas fora do eixo, não conseguirá sentir-se descansado e estará em constante stress. Mas, se por outro lado estiver tudo no seu local e com menos desordem, certamente deitarás a cabeça na almofada mais leve.

FONTE: http://revestis.com.br/como-comecar-uma-decoracao-minimalista/